Você tem vontade de testar a acupuntura, mas tem medo de sentir dor devido à utilização de agulhas? Imagine agora uma terapia alternativa mas sem o possível desconforto. Pois saiba que isso já existe e já vem fazendo muito sucesso no Brasil. Trata-se da terapia alternativa Stiper, também chamada de acupuntura sem agulhas. Nesse texto, a fisioterapeuta Silvana Tisse Driusso de Souza, pós Graduada Latu Sensu em Acupuntura, vai tirar todas as suas dúvidas sobre o tratamento.

acupuntura sem agulhas

 

1- O que é o tratamento Stiper®, a acupuntura sem agulhas?

As pastilhas Stiper tem como conceito básico de fabricação o mineral Silício, amplamente encontrado na natureza. Estas pastilhas, macias como algodão, são impregnadas com silício puro e sua principal característica é o de reordenamento e reequilíbrio das ondas e energias nos pontos aplicados.

2- Como ele surgiu?

A técnica Stiper® foi difundida na Europa em meados da década de 90. No Brasil o Stiper® chegou em 2005 através do advogado Dr. Valdir Gianfratti.

3- Quais são as principais diferenças entre esse tratamento e a acupuntura tradicional?

As principais diferenças se referem ao método simples, não invasivo, rápido, confortável, indolor, funcional e prático. Principalmente para as pessoas que possuem medo de agulhas.

4- Como funciona uma sessão de Stiper®?

Cada profissional em sua específica área utiliza os pontos necessários. O Stiper® é fixado com micropore® ou esparadrapo normal no paciente.

5- Quais são os principais benefícios desse tratamento?

O Stiper® potencializa todas as outras terapias. É recomendo para todas as pessoas, tanto idosos, bebês e crianças que possuem a pele mais sensível ou ainda para pacientes que não podem se submeter às agulhas, podendo assim realizar uma acupuntura sem agulhas.

6- Quais outras áreas utilizam o Stiper®?

Na estética o Stiper® também é presente. Existem máscaras facial e corporal revitalizante.  PEELING DE CRISTAIS não agride as camadas da pele.

7- Como esse tratamento pode ajudar no combate a insônia?

Assim como na acupuntura existem pontos específicos para cada problema relatado pelo paciente, para insônia, o uso do Stiper® segue as mesmas referências.

8- Para quem você indicaria esse tratamento?

Indico para todos os pacientes que precisam de uma sessão mais rápida e que vá para casa ou trabalho com as pastilhas sem nenhum transtorno e sem perder a eficiência do tratamento.

9- Há alguma contra indicação?

O uso do Stiper® não produz nenhum tipo de efeito colateral, não tem nenhuma contraindicação, mas é melhor evitar colocar em feridas abertas e em cima de artérias e veias alteradas.

10- Nesse período de quarentena, por que você acha que as pessoas deveriam procurar terapias alternativas, como essa?

As terapias alternativas são sempre favoráveis em qualquer ocasião. Nesse período de quarentena todos nós precisamos de um momento só nosso, e é neste momento que sentimos e conseguimos perceber nossos corpos físico, mental, emocional e espiritual. Estarmos fortalecidos é a força para atravessarmos essa pandemia.

Conclusão

O tratamento Stiper® é uma boa opção para quem está procurando terapias alternativas que realmente tragam resultados. Nesse momento de preocupações e incertezas, a preocupação com a saúde e com uma boa noite de sono deve ser prioridade, por isso vale a pena experimentar essa nova terapia.

Uma boa noite de sono está diretamente relacionada a um bom colchão. Pensando nisso, a D’Sono desenvolveu uma linha de colchões terapêuticos especiais, aliando a mais alta tecnologia do mercado com os melhores conceitos e terapias de saúde do sono. Conheça nossos produtos. Acesse nosso site: http://www.dsonocolchoes.com.br

Caso queira conhecer mais informações sobre o Stiper, acesse o site: https://www.stpx.com.br

× Available from 00:00 to 23:59